Brasil, rei do futebol! Brasil, súdito da FIFA! (En español abajo)

A Copa do Mundo de 2014 será um enorme evento, pelo qual o Brasil esperava há muitos anos. Terça-feira, 30 de outubro de 2007, explodimos de emoção e alegria.   O Brasil era confirmado pela Fifa como país sede do Mundial de Futebol de 2014. O que não sabíamos e continuamos desinformados é que acabávamos de aceitar umas condições, impostas pela entidade maior do futebol mundial, que vão contra nossa constituição, Código de Defesa do Consumidor, Estatuto do Torcedor e Estatuto do Idoso, entre outros.

Para que se realizasse Copa no Brasil o então presidente Lula da Silva apresentou um compromisso junto a Fifa, formalizando onze garantías. Tais como permissão de trabalho, de entrada e saída, segurança e indenização e a mais importante: isenção de impostos.

Quando se trata de dinheiro a Fifa é osso duro de roer, sem isenção de impostos não haveria o Mundial em terras tupiniquins. No dia vinte de dezembro de 2010 a lei 12.350  “de medidas tributárias relativas à realização da Copa…”  foi decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo ex presidente Lula. Segundo o artigo 3 da lei, a Fifa está isenta de tributos federais de quase todos os impostos em território brasileiro, como por exemplo, nas impostações de bens ou mercadoria.

Cabe lembrar que ela detém os direitos de comercialização, imagem, marketing, publicidade… Fora a Fifa, a isenção se expande a Confederações, Associações estrangeiras, membros da Fifa e Parceiros Comerciais, além de pessoa física. Ou seja, todos os alimentos, produtos farmacêuticos, camisas oficiais ou bens duráveis, entre muitas outras coisas, serão comercializados no Brasil pela Fifa e Parceiros sem o menor tipo de contribuição tributária. O que supõe um enorme lucro para a Entidade do futebol e uma enorme perda para as arcas públicas.

Segundo afirmou o deputado Anthony Garotinho, em audiência pública destinada a elaborar a Lei Geral da Copa (LGC, posteriormente sancionada), o Brasil deixará de arrecadar cerca de vinte bilhões de reais. Dinheiro que irá diretamente aos cofres da Fifa. Na audiência, que contava com a presença do secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, e do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, Garotinho e o também deputado federal, Romário, questionaram outros pontos da lei que vão contra a constituição brasileira e a soberania nacional.

Para que a LGC possa ser cumprida, outras leis terão que ser revogadas ou canceladas temporariamente. Entre outros, o artigo 32 da LGC determina que o preço dos ingressos será imposto exclusivamente pela Fifa, impossibilitando a meia-entrada dos estudantes e dos idosos, contemplada no artigo 23 do Estatuto do Idoso. Também segundo a LGC a Fifa não se responsabiliza por indenização a danos ao torcedor, que pelo Estatuto do Torcedor é de responsabilidade da entidade organizadora do evento e não da União. Outra controvérsia, a Fifa exige a liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios, prática proibida pela lei brasileira.

São alguns exemplos de conflitos que há entre os interesses da Fifa, uma organização privada, e o Estado brasileiro e sua soberania. Algumas leis já foram sancionadas e outras estão ainda em negociação. Porém, o poder da entidade é enorme e se baseia firmemente na cláusula 7.7 do Contrato para Sediar a Copa, no qual a Fifa pode cancelar unilateralmente o Mundial até o dia  1º de junho de 2012.

Adoramos futebol, amamos a festa e desejamos a Copa do Mundo. Provavelmente será um lindo Mundial, somos um povo alegre e hospitaleiro, o brasileiro e o Brasil merecem esta Copa. Não obstante, temos que saber  quem temos do outro lado, nada é presente do céu, nada vem de graça e a Fifa é um leão e não um padrinho especial que nos concede um maravilhoso presente de aniversário. A Fifa é forte, poderosa, se impõe e deixa assim uma pergunta no ar: “até que ponto este poder comercial de fato pode se impor à soberania do Brasil?” (Blog do Noblat).

Acerca de caysasilva

Caysa da Silva, 28 anos, nascido no Rio de Janeiro, Cidade maravilhosa. Ex jogador de futebol na Alemanha, estudante de jornalismo na Universidade Complutense de Madri, Espanha, jornalista freelance, colabora com a revista digital “lahuelladigital.com”, blogueiro de Sambaconflamenco. Entusiasta da vida, pronto para desafios. Caysa da Silva, 28 años, nacido en Rio de Janero, Ciudad maravillosa. Ex jugador de fútbol en Alemania, estudiante de Periodismo en Universidad Complutense de Madrid, España, periodista freelance, colabora con “lahuelladigital”, bloguero de Samaconflamenco. Entusiasta de la vida, listo para desafios. Dados personales: Nome: Caysa da Silva Sexo: masculino Idade: 27 Idiomas: portugués, espanhol, alemao, ingles
Esta entrada fue publicada en Em português, noticias. Guarda el enlace permanente.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s